Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

domingo, 28 de outubro de 2012

Furacão Sandy

O furacão Sandy deve tocar a costa leste dos EUA entre esta segunda e terça-feira na altura do estado de Nova York e terá seu efeito potencializado pela presença de dois sistemas meteorológicos que atuam em conjunto na região. Juntos, os eventos foram batizados de "tempestade Frankenstorm" e deverá causar intensos temporais e inundações no leste americano.
Tempestade Perfeita



Sandy é um típico furação formado sobre as águas quentes do Atlântico e deveria seguir seu caminho normalmente em sentido nordeste até se dissipar na altura da costa do Canadá. No entanto, uma zona de alta pressão estacionada no Atlântico norte impede que a tormenta siga seu caminho, forçando-a em direção oeste rumo à costa leste dos EUA.

Além desse sistema, uma frente fria em movimento pelo interior do país ajuda puxar Sandy para dentro do continente, o que resultará em um choque entre o furacão, a frente fria e o sistema de alta pressão.

Previsao do furacao sandy



A presença desses três sistemas meteorológicos juntos sobre os EUA não é um fenômeno corriqueiro e muitos meteorologistas chamam o evento de tempestade perfeita ou super tempestade. De acordo com modelos de previsão, em algumas áreas costeiras o volume de chuva poderá ultrapassar 300 milímetros em 24 horas, com queda de neve que pode chegar a mais de 2 metros acumulados.

Evacuação
No sábado, os estados de Nova York, Maryland e Virginia decretaram estado de emergência. Em Nova Jersey, onde Sandy deverá causar grandes alagamentos, a população que vive próximo à costa já iniciou a evacuação voluntária e muitos moradores já se mudaram para casas de parentes e amigos em locais mais altos e afastados. O governo mantém ativo o alerta de evacuação e informa que as áreas costeiras poderão ficar sem energia elétrica.

Imagem de satelite furacao Sandy



Além dos sistemas meteorológicos que atuam na região, outro fator que preocupa as autoridades da Defesa Civil é que a chegada do furacão no continente ocorrerá em momento de lua cheia, o que poderá elevar ainda mais a maré e dificultar o escoamento da água.

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, ordenou que 375 mil moradores deixem as regiões costeiras da cidade. O sistema de transporte da cidade também foi paralisado neste domingo. Segundo os meteorologistas do NWS (Serviço Oficial de Meteorologia dos EUA), Sandy pode ser a maior tempestade já enfrentada pelos EUA. Autoridades da Defesa Civil americana (FEMA) estimam entre 50 e 60 milhões o número de pessoas que poderão ser afetadas




Boletim
Imagens de satélite recebidas neste domingo mostravam que o centro do furacão Sandy se localizava sobre as coordenadas 32.8N e 71.9W, aproximadamente a 440 km do sudeste do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte e 930 km ao sul de Nova York.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA, NHC, informou Sandy se movia em direção nordeste a 22 km/h e que esse movimento deveria se manter por pelo menos 24 horas. Segundo o NHC, o olho de Sandy deverá tocar a costa médio-atlântica dos EUA na segunda-feira à noite.

Sandy produz ventos sustentados de 120 km/h com rajadas que chegam a 150 km/h. A pressão barométrica medida por uma avião caça-furacão é de 951 hPa (hectopascais).