Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

domingo, 16 de dezembro de 2012

Será que a chave para a imortalidade está nas medusas?


Será que a chave para a imortalidade está nas medusas?




Conhecidas como "turritopsis nutricula", as medusas poderão conseguir com que as suas células regridam até um estado mais jovem, nunca chegando a morrer. Já há quem acredite que a vida eterna poderá estar a caminho.
De acordo com a National Geographic, o ciclo da vida de uma medusa não chega ao fim, já que em vez de morrerem conseguem reverter as suas células vezes sem conta. A "habilidade" faz com que as medusas possam ultrapassar a morte, tornando-as biologicamente imortais.

A investigação foi levada a cabo por um cientista da Universidade de Brooklyn, em Nova Iorque. O estudo foi publicado na revista norte-americana Nature and Science e o feito único conseguido pelas medusas tem o nome de "transdiferenciação". A explicação é até bastante simples: a criatura absorve as suas próprias células, transformando-as em novas células de qualquer tipo. Justifica-se assim a grande proliferação de medusas ao longo dos anos, fenómeno que o jornal britânicoTelegraph já apelidou de "invasão silenciosa".
Interessa então saber se os humanos poderão aprender ou até retirar algum proveito deste fenómeno. De acordo com Shin Kubota, um dos poucos cientistas que conseguiu criar espécies em laboratório, "a medusa é uma das mais milagrosas espécies em todo o reino animal", disse ao New York Times. "Acredito que será fácil resolver o mistério da imortalidade e conceder vida eterna aos seres humanos". Outros investigadores não se dizem tão certos no que toca ao futuro das células que poderão ser aproveitadas das medulas.