Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Eclipse Solar


Na próxima terça-feira o céu será palco de um dos mais intensos eventos astronômicos que existem: o eclipse total do Sol. Durante mais de três horas a Lua transitará na frente do disco solar e por alguns minutos o dia vai virar noite em diversos lugares da Terra.

Eclipse novembro de 2012
Clique para ampliar
Milhares de pessoas e observadores de todo o mundo não pouparam esforços para ver o grande evento e fizerem as malas. O local escolhido foi o nordeste da Austrália, mais precisamente a localidade de Cairns, um dos poucos locais habitados do planeta de onde o eclipse poderá ser visto na totalidade.



Início do Eclipse
O eclipse total do Sol de 13 de novembro de 2012 terá início exatamente às 18:35:08 BRST (horário de verão brasileiro), no instante em que a borda da Lua tocar a borda externa do disco solar. Neste momento, o eclipse estará fazendo sombra sobre o Parque Nacional Garig Ganak Barlu, a 250 km do leste da cidade de Darwin.
Viajando em sentido sudeste, a sombra umbral rapidamente cruzará todo o Golfo de Carpentaria, até atingir a Península de Cabo York, dois minutos depois, às 18:37:07. Neste instante, a borda da Lua terá penetrado todo o limbo do Sol, dando início ao cruzamento lunar no interior do disco solar, em um evento com 3 horas e seis minutos de duração.

Ápice do Eclipse
O ápice do eclipse ocorrerá precisamente às 20:11:48, quando ambos os astros estiverem acima das coordenadas 39.57 S e 161.20 W, um ponto completamente isolado no oceano Pacífico. Neste instante, o eixo da sombra da Lua estará praticamente alinhado com o centro da Terra e o disco solar estará completamente encoberto, transformando em noite uma extensa faixa que se estende desde o extremo nordeste da Austrália até o oeste do Chile.
O tempo máximo do eclipse total será de 4 minutos e 2 segundos, mas só poderá ser contemplado em sua totalidade caso o observador esteja exatamente sobre as coordenadas geográficas citadas. Quanto mais longe estiver, menor será o tempo de observação do fenômeno. Para os milhares de observadores situados em Cairns, na Austrália, o tempo estimado de escuridão é de 2 minutos.

Fim do Eclipse de novembro de 2012
Após 4 minutos de bloqueio o disco solar começará a ser visível novamente. Por 1 hora e 31 minutos a Lua ainda transitará na frente do disco Sol, mas à medida que o tempo passa mais e mais o disco estelar será desobstruído.
Às 21:48:24 BRST, sem a presença da Lua, finalmente o Sol estará totalmente visível novamente, com o extremo da sombra do eclipse terminando a 800 km da costa chilena.

Como ocorre um Eclipse Solar
Um eclipse do Sol ocorre sempre que a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol. Se durante um eclipse a lua encobre completamente o disco do Sol é chamado de eclipse total. Caso contrário, eclipse parcial.

Se durante um eclipse total a Lua estiver próxima de seu apogeu (maior afastamento da Terra), seu diâmetro aparente parecerá menor que o do Sol e por não cobrir todo o disco, parte do Sol ainda permanecerá visível em forma de anel, daí o nome "anular" para este tipo de eclipse. Anular significa "em forma de anel"


O eclipse do dia 13 será um eclipse do tipo total e todo o disco solar ficará oculto.