Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Cometa ISON poderá ser mais brilhante que a Lua


Cometa ISON poderá ser mais brilhante que a Lua                               É muita a expectativa para a aproximação da Terra do cometa ISON, dentro de alguns meses. Este poderá surpreender e ser visto à luz do dia.

Ainda um pontinho no céu, o cometa 'C/2012 S1' foi descoberto em 21 de setembro do ano passado pelos astrónomos russos Vitali Nevski e Artyom Novichonok. Batizado de ISON, o corpo celeste logo atraiu a atenção de observadores espaciais do mundo todo. A sua órbita pode tornar-se numa das mais impressionantes da história.
Quando se aproximar do Sol, em novembro,o cometa poderá impressionar ou dececionar quem o espera. Algumas previsões otimistas apontam para que o ISON possa ser visto à luz do dia, ofuscando o brilho da Lua. Se isso ocorrer, o cometa causará uma comoção mundial. Mas também poderá seguir um caminho inesperado, se desintegrar e então não haverá espetáculo.
A 28 de novembro, o ISON passará a apenas 1,2 milhões de quilómetros do Sol, com uma velocidade de aproximadamente 725 mil quilómetros por hora. Existem dois possíveis cenários quando isso ocorrer: o cometa desintegrar-se, como ocorre com a maioria, ou prosseguir caminho. Se o a rocha espacial resistir, uma cauda radiante será formada e proporcionará um incrível espetáculo celeste jamais visto.
Ainda é cedo para ter certezas. Apenas no verão os astrónomos já saberão se o ISON é mesmo tão promissor. As estimativas iniciais apontam que ele será mais brilhante que Marte e alguns ainda sugerem que o cometa poderá superar em muito o brilho lunar. Desta forma, poderá ser visto durante o dia ao lado do Sol. O hemisfério norte teria a melhor vista do espetáculo. Só nos resta esperar para ver...ou não.