Pesquisar neste blogue

Número total de visualizações de página

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Desgelo do Ártico bateu recordes em 2012


Desgelo do Ártico bateu recordes em 2012

Fotografia © REUTERS/Michael Studinger/NASA
Em 2012, o aumento do nível do mar e de emissão de gases de efeito de estufa superaram limites históricos, segundo um relatório da Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA).
"Os níveis de carbono estão a aumentar, os níveis do mar estão a subir, o gelo do Árctico está a derreter e o nosso planeta está a tornar-se um lugar mais quente", referiu a diretora da NOAA, Kathryn Sullivan no comunicado divulgado online dia 6 de Agosto.
O ano que passou, encontra-se entre os 10 anos mais quentes desde que há registo, o oitavo ou nono dependendo dos dados utilizados. Os Estados Unidos da América e Argentina tiveram o ano mais quente da sua história e o Alasca e partes da Ásia, tiveram um ano mais frio que o normal, revela o documento de 260 páginas publicado na revista da Sociedade Americana de Meteorologia.
O estudo elaborado por 384 cientistas de 52 países revelou que o gelo do Árctico alcançou o seu nível mínimo em setembro (2,12 milhões de quilómetros quadrados) e que a neve no hemisfério norte também alcançou mínimos históricos.
As temperaturas das superfícies dos oceanos também aumentaram, admite a NOAA. Houve um aumento de temperaturas inclusive nas profundidades dos oceanos.